Seminário debate as conclusões da 16ª Conferência Nacional de Saúde e como implementá-las

Facebooktwitter

 

 

 

Interessados devem se inscrever para o evento, que acontece no próximo dia 19, na Barra Funda

 

 

Por Redação*

“Democracia e Saúde – fazer acontecer na base”, este é o tema do 4º Seminário de Militantes nas Políticas Pública de Saúde e em defesa do SUS, organizado pela Pastoral da Saúde da Arquidiocese de São Paulo, que acontece no sábado (19).

Com apoio dos movimentos populares de saúde da cidade, Plenária Estadual de Saúde, Fórum dos Portadores de Patologias do Estado de São Paulo e Grito dos Excluídos Continental, o evento tem o objetivo de incentivar a população sobre sua participação e controle social do Sistema Único de Saúde (SUS).

Serão debatidas no evento as conclusões da 16ª (8ª + 8) Conferência Nacional de Saúde, realizada em agosto, em Brasília, e como implementá-las na base.

Fernando Pigatto, presidente do Conselho Nacional de Saúde, Frederico Lima, do Conselho Estadual de Saúde, Artur Pinto Filho, promotor de Justiça de Direitos Humanos, Saúde Pública e Inclusão Social, e o o professor Eduardo Fagnani serão alguns dos nomes que irão assessorar o seminário.

O evento acontece das 9h às 13h, no auditório da Universidade Nove de Julho (Uninove), na avenida Francisco Matarazzo, 335, próximo à estação Barra Funda do Metrô.

Os interessados devem encaminhar um e-mail de inscrição para o endereço eletrônico: [email protected] As vagas são limitadas.

Facebooktwitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

São bem-vindas declarações que se proponham ao diálogo, defendam posições, que exponham ideias, dúvidas, sugestões e críticas. Não serão aceitos comentários sexistas, xenófobas, racistas, homofóbicas ou que contrariem princípios dos direitos humanos. A moderação também irá filtrar a comentários que incorram em crimes de ódio, incitação à violência e calúnia. Textos com propaganda comercial serão excluídos.