Mais da metade dos estados brasileiros registra casos de sarampo

Facebooktwitter

Foto: Agência Brasil

20/09/2019

 

 

Nos últimos 90 dias, país registrou 3.909 casos confirmados de sarampo, houve aumento de 570 casos desde o balanço de 12 de setembro. 

 

 

 

Por Redação*

O Brasil registrou no último trimestre 3.909 casos confirmados de sarampo, de acordo com o Ministério da Saúde. Foram 570 casos (85%) a mais em relação ao último boletim epidemiológico divulgado em 12 de setembro.

No balanço da pasta divulgado na primeira quinzena de setembro, o país tinha 16 estados com surto ativo de sarampo. Agora, são 17 estados na lista de transmissão ativa da doença.

Das 27 unidades federativas que formam o Brasil, 60% hoje estão com casos confirmados de sarampo. São os estados de São Paulo, Maranhão, Piauí, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Paraná, Pernambuco, Pará, Rio Grande do Norte, Espírito Santo, Goiás, Bahia, Sergipe e Distrito Federal.

A maioria dos casos (97,5%) de sarampo no país foi registrada em 153 municípios localizados na região metropolitana de São Paulo.

Segundo informações publicadas pela Agência Brasil, o Ministério da Saúde liberou R$ 10,5 milhões para os estados nesta semana para reforçar ações de imunização da população.

Médico adverte

“A prevenção é a vacina”. Esse foi o alerta do médico sanitarista da Fiocruz Brasília, Claudio Maierovitch Pessanha Henriques, em entrevista recente ao Saúde Popular.

De acordo com Maierovitch, a doença é grave e contagiosa, mas pode ser prevenida e tem cura. Um dos maiores desafios nesse processo é enfrentar a onda de “fake news” — notícias falsas — sobre supostos efeitos negativos da imunização contra o sarampo.

O deputado federal Alexandre Padilha (PT-SP) lembra, em coluna recente, que numa situação de reemergência de sarampo, aumento de demanda de vacinas tríplice, interrupção da vacina pentavalente, o governo Bolsonaro reduziu em cerca de 500 milhões de reais os recursos do Programa de Imunização, no Projeto da Lei Orçamentária Anual 2020 (PLOA) enviada para o Congresso Nacional.

De acordo com o Ministério da Saúde, a vacina tríplice viral está disponível em mais de 36 mil postos de vacinação do Sistema Único de Saúde (SUS) em todo o Brasil.

A pasta também anunciou a Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo em duas etapas. A primeira fase será de 7 a 25 de outubro e terá crianças de 6 meses a menores de 5 anos como alvo. A segunda, de 18 a 30 de novembro, será destinada à população de 20 a 29 anos.

* Com informações da Agência Brasil

Edição: Cecília Figueiredo

Facebooktwitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

São bem-vindas declarações que se proponham ao diálogo, defendam posições, que exponham ideias, dúvidas, sugestões e críticas. Não serão aceitos comentários sexistas, xenófobas, racistas, homofóbicas ou que contrariem princípios dos direitos humanos. A moderação também irá filtrar a comentários que incorram em crimes de ódio, incitação à violência e calúnia. Textos com propaganda comercial serão excluídos.