Vacinação contra o Sarampo em São Paulo terá postos em escolas

Facebooktwitter

São 363 casos da doença na cidade de São Paulo.

Foto: Agência Brasil | EBC

23/07/2019

Até o dia 16 de agosto, campanha estará em estações da CPTM, metrô, escolas e universidades

 

Por Luiza Vilela, para Brasil de Fato

Se você é paulistano e ainda não se vacinou contra o sarampo, acabaram as desculpas. São 363 casos da doença na capital, o Ministério da Saúde lançou a campanha de vacinação no dia 10 de julho, que tem o objetivo de imunizar 2,9 milhões de pessoas, entre  15 a 29 anos.

Essa população tem uma maior probabilidade de não ter recebido as duas doses da vacina.

A campanha foi prorrogada até o dia 16 de agosto e circula pelas estações da CPTM e do metrô, postos de saúde e terminais de ônibus em São Paulo.

Nesta terça-feira (23), há campanha nas estações Marechal Deodoro, República, Sacomã, Santa Cecília.

Na quarta-feira (24), a imunização acontece nas estações Ana Rosa, Artur Alvim, Comandante Sampaio, Quitaúna, Brás e Piqueri e também no Terminal Metropolitano de São Mateus.

Na quinta-feira (25), o serviço também será prestado nas estações Artur Alvim, Tatuapé, Tamanduateí e Vila Aurora.

Na sexta-feira (26), quem quiser se vacinar segue para a estação Paraíso, Comandante Sampaio, Quitaúna e Brás. Além do terminal Metropolitano de São Mateus.

De 23 a 26 de julho, a campanha segue fixa nas estações Sé, Vila Prudente, Corinthians Itaquera do metrô. Nos dias 23 e 25, a vacinação também estará disponível nas estações Tatuapé, Presidente Altino e Osasco.

Escolas terão postos

Na capital paulista, onde está concentrada grande parte dos casos registrados da doença. Segundo a Prefeitura de São Paulo, os primeiros casos de sarampo na cidade de São Paulo surgiram a partir de fevereiro, importados da Noruega, Malta e Israel. Desde então, a cidade já contabilizou 363 casos da doença, sendo que 226 deles foram registrados somente neste mês de julho. Em todo o estado paulista já foram registrados 484 casos de sarampo até este momento.

A Prefeitura de São Paulo e a Secretaria Estadual de Educação vão iniciar uma campanha de vacinação nas escolas públicas, no dia 31 de julho.

O objetivo é vacinar jovens a partir de 15 anos, estudantes do Ensino Médio. Mas também haverá vacinação em universidades do estado a partir desta quarta-feira (24), de acordo com a secretaria.

Devem tomar a vacina todos os jovens entre 15 e 29 anos, independente de vacinas tomadas durante a infância. A meta é vacinar 3 milhões de pessoas até o dia 16 de agosto. Embora representem aproximadamente 20% da população paulista, esses jovens respondem por cerca de metade dos casos registrados no estado.

* Com informações atualizadas da Redação

Facebooktwitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

São bem-vindas declarações que se proponham ao diálogo, defendam posições, que exponham ideias, dúvidas, sugestões e críticas. Não serão aceitos comentários sexistas, xenófobas, racistas, homofóbicas ou que contrariem princípios dos direitos humanos. A moderação também irá filtrar a comentários que incorram em crimes de ódio, incitação à violência e calúnia. Textos com propaganda comercial serão excluídos.