Projeto PrEP São Paulo busca jovem LGBT para “Educador de Pares”

Facebooktwitter

Pessoas LGBT interessadas devem ter entre 15 e 21 anos e morar ou frequentar a região central da cidade. Será oferecida uma bolsa no valor de R$ 500.

Foto: Pedro Ribas/SMCS

30/05/2019

Faculdade de Medicina da USP seleciona jovens LGBT para trabalho de promoção de saúde, pesquisa e prevenção ao HIV

 

 

Por Redação*

A Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) está selecionando jovens LGBT para pesquisa e ações de conscientização sobre prevenção ao HIV. A ação se chama Educadores de Pares e faz parte da PrEP (Profilaxia Pré-Exposição).

Pessoas LGBT interessadas devem ter entre 15 e 21 anos e morar ou frequentar a região central da cidade. Será oferecida uma bolsa no valor de R$ 500. A carga horária do trabalho é de 32 horas mensais – cerca de oito horas por semana. O período é preferencialmente à tarde e à noite, além de fins de semana.

Os educadores realizarão ações semanais em locais em que jovens LGBT se reúnem na região central ou em festas e eventos. As intervenções poderão ser feitas individualmente ou em grupos durante a noite ou nos finais de semana.

Participantes do projeto também devem manter contato, via WhatsApp, por exemplo, para tirar dúvidas de jovens sobre questões de saúde, e sensibilizar e recrutar jovens interessados em participar do projeto.

O público que será abordado nas ruas é de gays, homens bissexuais e mulheres travestis e transexuais, com idade entre 15 e 19 anos. Ideia é que se discuta temas ligados à sexualidade e prevenção de infecções sexualmente transmissíveis (IST), preenchimento de questionários e a distribuição de materiais de prevenção.

O que é PrEP?

A Profilaxia Pré-Exposição de risco à infecção pelo HIV consiste no uso preventivo de medicamentos antirretrovirais antes da exposição sexual ao vírus, para reduzir a probabilidade de infecção pelo HIV. O objetivo da PrEP é prevenir a infecção pelo HIV e promover uma vida sexual mais saudável.

Interessados em participar do projeto podem preencher um formulário clicando neste link.

 

* Com informações do Ministério da Saúde e Guia Gay

Facebooktwitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

São bem-vindas declarações que se proponham ao diálogo, defendam posições, que exponham ideias, dúvidas, sugestões e críticas. Não serão aceitos comentários sexistas, xenófobas, racistas, homofóbicas ou que contrariem princípios dos direitos humanos. A moderação também irá filtrar a comentários que incorram em crimes de ódio, incitação à violência e calúnia. Textos com propaganda comercial serão excluídos.