Menos Médicos: Um terço das vagas continua sem preenchimento

Facebooktwitter

Foto: EBC

21/12/2018

 

 

Populações de 1.177 municípios e 28 Distritos Sanitários Especiais Indígenas seguem aguardando interessados

 

 

Por Redação*

De acordo com balanço divulgado no final da quinta-feira (20), pelo Ministério da Saúde, indicou que 5.846 médicos inscritos no Programa Mais Médicos se apresentaram nas cidades escolhidas ou iniciaram as atividades. Já as populações de 1.177 municípios e 28 Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI) seguem aguardando médicos interessados em ocupar as 2.448 vagas.

Diante de quase 30% de vacância no preenchimento, o Ministério da Saúde esticou o prazo aos interessados em participar da seleção até esta sexta-feira (21) , por meio de inscrição no site do programa.

O edital, lançado há pouco menos um mês (22/11), quando o governo de Cuba decidiu se retirar da cooperação no Mais Médicos – convênio intermediado pela Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) -, já teve algumas extensões de prazo. O baixo interesse dos profissionais brasileiros por regiões mais distantes e territórios indígenas levou o Ministério da Saúde a realizar uma nova chamada direcionada apenas aos médicos que possuem registro no Brasil (CRM). Os selecionados serão impossibilitados de escolher os municípios. Eles deverão preencher as vagas dos profissionais que participaram do edital anterior e desistiram. Estão disponibilizadas 2.448 vagas em 1.177 municípios e 28 Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI).

Próximas etapas

A pasta informa que, ao todo, 10.205 profissionais brasileiros e estrangeiros formados no exterior, sem registro no Brasil, completaram a inscrição de participação no Programa Mais Médicos. O prazo para o envio da documentação dos profissionais encerrou no último domingo (16). As documentações de todos ainda estão em análise conforme edital.

Caso as vagas não sejam preenchidas nesta segunda etapa, nos dias 27 e 28 de dezembro, os médicos brasileiros formados no exterior terão acesso ao sistema para escolha de vagas em aberto. Posteriormente, nos dias 3 e 4 de janeiro de 2019, os médicos estrangeiros terão a mesma oportunidade.

O Programa Mais Médicos foi criado em 2013 para qualificar a Atenção Básica fixando médicos nas regiões com carência de profissionais. O programa contava inicialmente com 18.240 vagas em mais de 4 mil municípios e 34 DSEIs levando assistência para cerca de 63 milhões de brasileiros.

Facebooktwitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

São bem-vindas declarações que se proponham ao diálogo, defendam posições, que exponham ideias, dúvidas, sugestões e críticas. Não serão aceitos comentários sexistas, xenófobas, racistas, homofóbicas ou que contrariem princípios dos direitos humanos. A moderação também irá filtrar a comentários que incorram em crimes de ódio, incitação à violência e calúnia. Textos com propaganda comercial serão excluídos.