Alimento é saúde | Festas de fim de ano mais saudáveis

Facebooktwitter

20/12/2016

Alguns conselhos para cuidar da alimentação no período de festas

Da Radioagência Brasil de Fato

O fim de ano é um momento de celebração com familiares, amigos e companheiros de trabalho.

Mas também é uma época em que costumamos cometer excessos na alimentação. Aqui vão algumas dicas para ter festas mais saudáveis.

Escolha bebidas que não contenham muito açúcar: você economiza na ingestão de calorias e consegue beber menos, já que o açúcar estimula a continuar bebendo.

Prefira carnes com pouca gordura e peixes. Além de verduras e frutas cruas de diferentes cores, assim você pode ingerir uma maior quantidade de vitaminas.

Coma com moderação e lentamente, para sentir uma sensação maior de saciedade.

Coma todas as refeições. É recomendável manter os horários e comidas habituais da nossa rotina. Antes de ir para uma festa, convém consumir alguma comida leve, assim você conseguirá não exagerar.

Evite ingerir muitos carboidratos simples, como pães. Consuma com moderação alimentos com muito sal, como embutidos. Substitua os refrigerantes por sucos naturais pouco adoçados.

Para as sobremesas, você pode substituir sorvetes por gelatina com frutas ou frutas com iogurte bem frio.

Tente se manter ativo antes, durante e depois das festas, fazendo exercícios, praticando esportes ou caminhadas.

A todos os ouvintes, desejamos boas e saudáveis festas.

Alimento é saúde é uma produção Radioagência Brasil de Fato em parceria com o Saúde Popular

Locução: Luiz Felipe Albuquerque

Produção: Mauro Ramos

Sonoplastia: Jorge Mayer

Facebooktwitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

São bem-vindas declarações que se proponham ao diálogo, defendam posições, que exponham ideias, dúvidas, sugestões e críticas. Não serão aceitos comentários sexistas, xenófobas, racistas, homofóbicas ou que contrariem princípios dos direitos humanos. A moderação também irá filtrar a comentários que incorram em crimes de ódio, incitação à violência e calúnia. Textos com propaganda comercial serão excluídos.