Site Saúde Popular é lançado com debate sobre ameaças conservadoras no setor

Facebooktwitter

Nova plataforma online surge pela necessidade de mostrar aos brasileiros que existem outras formas de se produzir saúde, sempre pautada pelos interesses do povo

06/08/2015

Da Redação

O decreto do PSDB que quer proibir profissionais cubanos no Programa Mais Médicos, a perda de verbas para o Sistema Único de Saúde (SUS) e a proposta do presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha de retirar do Estado a responsabilidade com a saúde pública. Estes são alguns exemplos recentes de uma conjuntura que ameaça conquistas dos brasileiros na área da saúde.

Para debater como os interesses econômicos e políticos atuam nesse setor, foi criado o site Saúde Popular. Além disso, é um canal de diálogo para dicas e dúvidas de saúde.

Para o lançamento da nova plataforma online, irá ocorrer o debate “Direito à saúde X Ofensiva conservadora”, em São Paulo (SP), na próxima terça-feira (11), às 19h, na sede da organização Actantes (rua Conselheiro Ramalho, 945, no 2° andar, conjunto 10, no bairro Bela Vista). A atividade terá transmissão na internet pelo saude-popular.org.

Entre os convidados do debate, está o ex-ministro da Saúde, Alexandre Padilha, responsável pela formulação e implantação do Programa Mais Médicos.

Padilha falará sobre as resistências para a vinda de profissionais estrangeiros para suprir a carência da assistência médica no Brasil e os desafios do setor. De acordo com o Ministério da Saúde, atualmente, o programa atende mais de 63 milhões de pessoas.

Também participarão do evento a jornalista Cynara Menezes, do blog Socialista Morena, e o médico Thiago Henrique Silva, da Rede Nacional de Médicas e Médicos Populares.

Saúde Popular

O site Saúde Popular é um portal de notícias com reportagens, vídeos, artigos e podcasts sobre os avanços e os desafios das políticas de saúde no Brasil. A nova plataforma entrou no ar no dia 8 de julho, quando o Mais Médicos completou dois anos. Ela surge pela necessidade de mostrar aos brasileiros que existem outras formas de se produzir saúde, sempre pautada pelos interesses do povo.

Em uma conjuntura de avanço da pauta conservadora, que ameaça conquistas históricas dos brasileiros, como o SUS, o Saúde Popular irá divulgar exemplos cotidianos de como o direito à saúde pode e deve ser garantido por um sistema público, gratuito e universal.

Agende-se
Debate “Direito à saúde X Ameaças Conservadoras”, com lançamento do site Saúde Populares
Dia 11 de agosto, às 19 horas
Local: Sede do Actantes – Rua Conselheiro Ramalho, 945, no 2° andar, conjunto 10, no bairro Bela Vista, São Paulo (SP)

 

Facebooktwitter

2 comentários sobre “Site Saúde Popular é lançado com debate sobre ameaças conservadoras no setor

  1. Olá,

    Precisa fazer a inscrição para participar desse evento? como faz?
    obrigada

  2. Olá, parabéns pelo site e pela iniciativa. Irei ao debate no dia 11, mas fiquei curiosa e achei estranho não haver nenhuma informação sobre quem faz o site e quem está por trás do mesmo. Acho que deveria ter um expediente para dar mais credibilidade ao conteúdo de vcs. Abraços cordiais, Marina Pecoraro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

São bem-vindas declarações que se proponham ao diálogo, defendam posições, que exponham ideias, dúvidas, sugestões e críticas. Não serão aceitos comentários sexistas, xenófobas, racistas, homofóbicas ou que contrariem princípios dos direitos humanos. A moderação também irá filtrar a comentários que incorram em crimes de ódio, incitação à violência e calúnia. Textos com propaganda comercial serão excluídos.